Avançar para o conteúdo principal

"A POESIA FALA POR SI " | Frassino Machado

"A POESIA FALA POR SI "

«Da afabilidade poética»


Toda a Poesia tem a sua própria linguagem – 
Que os antigos diziam que era a dos deuses –
Aquela que provem, da sua inspiração
P´la acção das Musas no decurso da viagem
E que transporta na inefável bagagem
Palavras reveladas pela imaginação… 

Poesia-farsa que não passa de palavras,
Sem conteúdo e esvaziadas de sentido,
Que facilmente são levadas pelo vento
Das encostas longínquas, donde correm lavas
Que fazem delas panaceias desconchavas, 
Num horizonte sem vivência e condimento…

Palavras-água que permitem germinar
Cada minuto, e cada hora e cada dia,
As emoções genuínas de cada alma…
Palavras-fruto que compete partilhar
Fazendo cada ser poder-se transformar
Em versos e poemas de sagrada calma.

Poesia… não precisa jamais de alibi 
Antes toda ela, em cada agir, fala por si! 

Frassino Machado
JANELAS DA ALMA

 www.frassinomachado.net

Comentários

UNO LITERÁRIO

"UM PIANO NA MINHA RUA..." | Fernando Pessoa

"UM PIANO NA MINHA RUA..." Um piano na minha rua… Crianças a brincar… O sol de domingo e a sua... Alegria a doirar…
A mágoa que me convida A amar todo o indefinido… Eu tive pouco na vida Mas dói-me tê-lo perdido.
Mas já a vida vai alta Em muitas mudanças! Um piano que me falta E eu não ser as crianças!
Fernando Pessoa, Poesias